quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Vidro ou vídeo?

Desde o final da obra que "improvisamos" vidros fixos (que meu cunhado tinha e não utilizava) onde deveria estar a porta principal da casa, com vidros de correr. Pelo tamanho, cerca de 5,5 metros quadrados, estes seriam os vidros mais caros. Assim, preferi priorizar as 2 portas de vidro menores e a janela da sala. Afinal, bem ou mal,  o vidro fixo resolvia temporariamente a situação.
Do ponto de vista da iluminação natural, eles "quebraram o galho". Mas, claro que não poder abri-los -além de nos obrigar entrar pela lateral ou pelo fundo- não permite a ventilação que idealizamos para a sala nos dias mais quentes. Acho que das coisas importantes da casa em si, é a única "improvisação" ainda não resolvida.
Mas, eis que nesta semana entrou um dinheiro não esperado, que imaginei "quase" o suficiente para mandar colocar a porta definitiva (isso pelo último orçamento, feito no fim do ano passado). Voltei na vidraçaria, a dona lembrou de mim e pedi um novo orçamento. Agora, com pagamento à vista. Depois do meu choro, não é que consegui baratear em 20% o orçamento anterior da mesma loja? Resumo: fechei negócio, amanhã eles virão conferir as medidas e em até 15 dias já estará instalada a porta principal. No fim, o dinheiro que recebi vai dar e até sobra um troquinho...Uma outra opção, pelo mesmo valor, seria comprar esta TV Led de 40 polegadas, em oferta na internet. Mas, cá entre nós, uma tv nova não está entre as minhas 100 prioridades, neste momento. Fala sério...rs

P.S.: na frente da casa para colocar o portão vou precisar fazer um pequeno muro com os tijolos que sobraram. Os vidros que vou trocar poderão "fazer parte" do muro, permitindo que se veja quem está chegando em casa.


Um comentário:

  1. Vidro em muro? Que ideia dupiru... É muro, ma non troppo...

    ResponderExcluir